Prado: Após o grupo da atual prefeita perder as eleições, o amor acabou. A cidade está entregue as baratas

Autor:

Uma cidade, literalmente, entregue às baratas. Essa é a impressão que dá ao circular pelas ruas da cidade, onde montes de lixo se acumulam a cada esquina, atraem insetos e espalham mau cheiro.

0c40ed6e-3be3-4e9f-a021-ab80fd723c77
0f8d3cfe-1856-4227-b905-098d3c2e2c29
11f3ec23-7474-4025-b2a3-afe4d3730b5e
020b44d7-e12b-4dbe-9bff-89ad62e71406
41bb45e7-f2e5-4bc7-937f-5cee73b82c81
53ec3938-6ad0-4008-8659-f715cfea7ead
529dc91b-ddf1-4407-b448-05fee33a4f59
772d5848-f310-429c-940d-0b8922273c08
900b1a62-7806-4878-8c0b-e07a8a5ffd45
9697e55f-7d15-4d09-8f1c-21813165b8b2
465700c8-e5bd-45c5-9d98-ebbdea3d095a
a25360b7-deb4-41ea-ab64-4670593ea61a

No município, a queixa recorrente é de que, após as eleições de 15 de novembro, serviços que já eram deficientes, como a coleta de lixo piorou. Essa realidade vem atormentando os moradores de Prado, coincidência ou não, em que o atual grupo político que está poder não elegeu seu sucessor, o Jorginho do Guarani (PP).

Nem o distrito de Cumuruxatiba, um dos cartões postais de Prado escapou das consequências de um conturbado fim de mandato. Ruas, avenidas, bairros e a principal avenida do distrito tem lixo em quase toda sua extensão. Além do lixo, os animais soltos nas ruas incomodam os moradores e turistas que pedem uma providência urgente da atual gestora já que seu mandato só termina no dia 31 de dezembro.

É importante lembrar que a prefeita do Prado lançou no diário oficial no dia 17 de dezembro, um decreto nº156/2020 que dispõe sobre o recesso municipal, porém no decreto da gestora não se enquadravam os serviços considerados essenciais como a coleta de lixo e limpeza pública.

A empresa S.J.S EMPREENDIMENTOS LTDA responsável pelo serviço, foi contratada pela prefeita Mayra Brito (PP) por R$ 2.499,900,00 (dois milhões quatrocentos e noventa e nove mil e novecentos reais).


Compartilhar


Veja Também

Deixe um Cometário