Polícia Militar cumpre mandados e prende “Buiú” e mais um em Itamaraju


buiudd-1200x545_c

No fim da manhã desta terça-feira, dia 26 de dezembro, uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 43ª Companhia Independente de Itamaraju (CIPM), deslocou-se ao Bairro Várzea Alegre, onde em posse de dois mandados expedidos pela Justiça, prendeu José Carlos Lopes de Jesus, o “Buiú”e Marlon da Silva Neves.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Rodrigo Quadros de Carvalho, titular da Vara Crime da Comarca de Itamaraju e sobre “Buiú” recaem acusações de práticas criminosas na cidade, algumas delas ainda em fase de investigação. Os motivos da prisão de Marlon ainda não foram informados.

Logo após ser preso próximo a uma escola pública do Bairro Várzea Alegre, onde também reside, José Carlos Lopes de Jesus, o “Buiú”, terminou encaminhado à carceragem da Delegacia da Polícia Civil de Itamaraju (DEPOL), onde permanece preso à disposição da Justiça. Marlon também permanece na mesma unidade prisional.

Duas pessoas feridas após colisão frontal na BR-101, em Itamaraju Duas pessoas feridas após colisão frontal na BR-101, em Itamaraju


colid-1200x545_c

Uma colisão frontal ocorrida na noite desta terça-feira, dia 26 de dezembro, na rodovia BR-101, próximo à ponte do Bairro Várzea Alegre, perímetro urbano de Itamaraju, deixou duas pessoas feridas, que receberam os primeiros atendimentos no local prestados pelo SAMU e logo depois foram encaminhadas ao hospital geral do município.

Um Ford Ka, de cor vermelha, placa PZD-4179, licenciado em Belo Horizonte-MG., que era ocupado por turistas que vinham do Rio de Janeiro-RJ., com destino a Porto Seguro, ainda por motivos que estão sendo investigados, colidiu com um GM Corsa, de cor prata, placa NZN-1626/Itamaraju.

Como o Posto da PRF na cidade foi fechado por falta de representação política, ninguém sabe ao menos se a ocorrência do acidente automobilístico foi lavrada. Os nomes das duas pessoas feridas, responsáveis pela condução dos dois veículos, não foram informados. Também não existe informação atualizada sobre o estado de saúde dois dois.

Eunápolis: Estado deverá operar com urgência idosa prestes a ter membro amputado


joelhod-1200x545_c

O Estado da Bahia deverá, em tutela de urgência, operar gratuitamente uma idosa, sob pena de pagar multa de R$ 1 milhão por dia de atraso. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça (TJBA) em favor de Adelice Ferreira de Santos, que bateu às portas do Judiciário após receber a informação que seria operada somente em 45 dias.

Segundo o TJ, o prazo é “elástico demais” diante da gravidade do quadro da mulher de 70 anos que apresenta um quadro de pseudoartrose, uma não consolidação correta de uma fratura óssea, e pode ter seus membros amputados.

Os autos do processo defendem o reconhecimento do direito à saúde e à vida de Adelice e, por isso, justificam o pagamento da multa milionária pelo Estado por dia de atraso da operação.

Além do governo, o município de Eunápolis ficou responsável por arcar com as despesas de transporte da idosa até que o seu quadro melhore, sob pena de multa diária de R$ 500 mil. (Informações: Bahia Notícias)

TRISTE: Bebê que se feriu em capotamento morre no hospital


cats-185

bebê que se feriu em um capotamento que aconteceu na BR- 116, em Campina Grande do Sul, morreu no começo da noite deste domingo, 24 de dezembro.

Os policiais prestaram os primeiros socorros à criança, que tinha um ferimento na cabeça.O menino foi levado até uma ambulância da concessionária que cuida do trecho. Após avaliação, a criança foi transferida de helicóptero até o Hospital Angelina Caron, também em Campina Grande do Sul.

O capotamento foi na altura do km 29 da rodovia. De acordo com a PRF, logo após o acidente, uma equipe de policiais que fazia ronda na região avistou o menino no colo do pai, que caminhava no acostamento da estrada.

Segundo a PRF, apenas a criança que morreu ficou ferida. Quando foi encontrada, os policiais perceberam que ela tinha sofrido uma pequena perda de massa encefálica. Os pais saíram ilesos do acidente.

Quadrilha rouba malote do Rondelli e bandidos acabam baleados


cats-182

Integrantes de uma quadrilha acabaram baleados após roubarem o malote do Supermercado Rondelli localizado na Avenida Santos Dumont em Eunápolis. Toda ação aconteceu nas primeiras horas do sábado, 23 de dezembro.

Segundo informações, os assaltantes entraram pela porta de acesso dos funcionários, renderam o gerente e mais dois funcionários. A quadrilha roubou todo o dinheiro das vendas do dia anterior.

Os bandidos fugiram em um carro vermelho em direção ao bairro Gusmão. A Polícia perseguiu o carro, até que nas proximidades da feira, os ladrões bateram com o veículo em uma moto que era pilotada por um idoso.

Houve troca de tiros, e dois bandidos acabaram baleados nas pernas, já os outros conseguiram fugir. Os baleados foram identificados como Cláudio de Jesus Silva, de 21 anos, e Felipe Oliveira Santos, de 22. Com eles foram apreendidos um revólver calibre 38 e o dinheiro roubado.

De acordo com a Polícia, o veículo usado na ação era roubado. A Polícia Civil investiga o crime.

Empresário morre em acidente próximo a Porto Seguro


acidente-1

Na tarde desta segunda-feira, 25 de dezembro, o empresário identificado pelo prenome de Deraldo, morreu em um acidente, próximo ao Rio da Barra, estrada que liga Arraial D’Ajuda a Porto Seguro.

Deraldo era dono do bar Café da Manhã em Arraial D’Ajuda, e segundo informações, ele dirigia um fiat Uno Azul, que bateu em uma caminhonete Amarok.

Ainda de acordo com informações, os dois veículos colidiram em uma curva, e com o impacto, o empresário acabou morrendo na hora.

Não há informações sobre o motorista da Amarok. Um inquérito policial vai apurar a responsabilidade do acidente.

Após assalto, criminosos morrem em confronto com o PETO na BR-101


IMG-20140728-WA0006_r2news600

Dois assaltantes morreram em confronto com o PETO (Pelotão de Emprego Tático Operacional) na noite desta segunda-feira, 25 de dezembro, na BR-101, próximo a Eunápolis.

Segundo informações, por volta das 20 horas, os criminosos abordaram um homem que em seu carro, um deles apontou a arma e anunciou o assalto. Além do veículo, os assaltantes levaram um celular, um relógio e uma corrente de prata. A Polícia informou que a dupla contou com o suporte de outros bandidos que estavam em uma caminhonete.

Uma guarnição do PETO saiu em diligência e nas proximidades do Rio Santa Cruz, iniciou a perseguição. Houve troca de tiros, até que o criminoso que dirigia o carro roubado perdeu o controle da direção e capotou em um desfiladeiro.

Ainda de acordo com a PM, após o acidente, a dupla desceu do carro atirado contra os militares, que revidaram. Os ladrões foram atingidos, não resistiram e morreram.

Um deles foi identificado como Carmargres Vitoriano dos Santos Filho, de 21 anos. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil, um inquérito policial deve ser instaurado para investigar o caso.

Motorista perde controle da direção e capota carro na BA-290; cinco ficam feridos


acidente-1-1

Um carro de passeio capotou no km 30 da BA-290, entre Teixeira de Freitas e Medeiros Neto, na tarde desta segunda-feira, 25 de dezembro. Cinco pessoas ficaram feridas.

O carro estava sendo guiado por Ademilson Pinheiro Novais, de 38 anos, e segundo informações, o condutor teria perdido o controle da direção e rodado com o veículo na pista, capotando logo em seguida.

Apesar do grande susto, os passageiros tiveram ferimentos leves e foram socorridos para a UPA 24Horas de Teixeira de Freitas.

O carro modelo Fiat/Strada, cor vermelha, placa MTC-7624, ficou bastante destruído, e foi removido por um guincho. O caso foi registrado na Sede da 8ª Coorpin.

Bahia tem 23 delegacias que separam presos por facções


cats-184

Como há uma divisão de espaço entre internos para se evitar uma carnificina entre facções no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador, a situação não seria diferente nas delegacias de toda a Bahia. Das 413 – ao todo são 499 – unidades visitadas pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), 23 costumam identificar os presos pelas organizações criminosas a que pertencem.

No levantamento realizado com base em informações de 2016 e divulgado último dia 18, a Bahia ocupa o primeiro lugar no ranking com larga vantagem, superando inclusive os dois estados onde se encontram baseadas as maiores facções do país – Rio de Janeiro, que aparece no relatório em segundo lugar com 12 unidades, e São Paulo, com 5 unidades, ocupando a sexta posição.

Em matéria publicada em janeiro deste ano, o CORREIO mostrou que três das quatro maiores organizações criminosas do estado – Comando da Paz (CP), Caveira e Bonde do Maluco (BDM), estão divididas em cinco unidades do Complexo da Mata Escura, assim como acontece nos bairros de Salvador e cidades da Região Metropolitana.

Má-gestão

Os dados são da Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e Segurança Pública do Sistema Prisional e Segurança Pública do CNMP. “Há o acirramento entre grupos e não pode colar na mesma cela porque senão dá problema, ainda mais que as delegacias não foram construídas para abrigar presos por muito tempo. O delegado e sua equipe tem que ter o cuidado para encarcerar essas pessoas”, declara a delegada Patrícia Oliveira, vice-presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado da Bahia (Adpeb).

Para ela, o problema está no fato de as delegacias não terem estruturas para abrigar presos por longo período. “Isso é má gestão. Temos uma decisão judicial que deu um prazo de cinco anos em 2012 para o estado tirar todos os presos das delegacias. Isso gera vários problemas, inclusive que resultam na divisão por facção. É má gestão. Isso é histórico na Bahia e não houve investimento no sistema penitenciário. A polícia judiciária tem o dever de investigação e não cabe a gente fazer a custódia de presos. Essa é uma função para Seap (Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização)”, diz.

Um em cada cinco

Ainda segundo Patrícia Oliveira, um relatório da Seap, de 15 de agosto desse ano, mostrava que 2.775 presos ainda estavam em delegacias baianas. “Ou seja, 20% dos presos dos 14.236 presos na Bahia, quando na verdade não deveríamos ter nenhum”, declara.

“É necessário que se faça a retirada dos presos das unidades, até porque tem uma decisão judicial, e, além disso, fazer uma reforma estrutural nas unidades para que tenham condições de abrigar os presos”, defende a delegada.

Depois de Bahia e Rio, o terceiro estado com mais delegacias que separam os detidos por facção é Mato Grosso do Sul (10), seguido do Paraná (8) e Amazonas e Goiás, que empatam com 7 unidades.

No relatório, o destaque regional é mesmo o Nordeste, que tem o maior número de delegacias nesta situação. São 27 unidades, sendo as 23 da Bahia e as demais de Alagoas (1), Maranhão (2) e Sergipe (1). O Sudeste ocupa a segunda posição com 21 casos. A terceira posição é do Centro Oeste. As últimas posições são das regiões Sul (14) e Norte (11).

A Secretaria estadual da Segurança Pública (SSP) informou, por meio de nota, que os presos são relacionados às facções no decorrer das investigações, mas não deixou claro se os presos nas delegacias são separados pelas organizações criminosas às quais fazem parte.

A SSP ressaltou que em Salvador as celas de delegacias já foram esvaziadas e que o processo é realizado simultaneamente com as inaugurações de novos presídios no estado.

Outros problemas

O levantamento ainda apontou que de 280 delegacias avaliadas, 242 delas possuem a cela de custódia em estado péssimo ou regular. De todas as avaliadas, só 37 (8,96% de 413) possuem o número de servidores suficiente para o adequado exercício da atividade-fim, e só 139 (33,66%) funcionam com plantão ininterrupto.

“O problema é maior no interior. Às vezes, a delegacia é uma casinha de telha. Nós estamos aquém do mínimo necessário para se montar uma delegacia. Já tem oito anos que foi criada por lei a Delegacia do Cabula e até agora nada. Isso tudo é planejamento. Quando chove a 1ª Delegacia, nos Barris, alaga”, cita a delegada Patrícia Oliveira, vice-presidente da Adpeb.

Ela questiona a capacidade do Estado em resolver os problemas. “Se não tem condições para manter as atuais (delegacias), como vai conseguir manter as que estão em funcionamento? Querem criar algumas unidades especializadas, mas já não temos mão-de-obra suficiente nas delegacias em funcionamento. Vai se fazer o quê? Tirar das unidades que já não tem?”, questiona ela.

Além disso, em 251 unidades (60,77%), os delegados trabalham nos plantões policiais em esquema de sobreaviso. O levantamento mostrou ainda que em 37 delas há presos condenados, inclusive com trânsito em julgado da sentença; em 271 delas há inquéritos policiais em tramitação há mais de dois anos e em 120 houve ocorrências investigadas sem instauração de inquéritos policiais ou termos circunstanciados.

“Já tivemos casos de presos passarem três anos na delegacia, período em que cumpriu a pena”, relata a delegada.

Medidas

Através de nota, a SSP disse que 700 policiais civis foram contratados em 2016 e que um novo concurso será realizado em 2018. No comunicado, explica ainda que algumas cidades, pelo baixo número de ocorrências, ficam com equipes de sobreaviso, acionadas caso exista necessidade, e que o modelo de gestão não comprometeu qualquer tipo de investigação.

Por fim, a pasta informa que a dinâmica das investigações varia de acordo com cada tipo e perfil criminal, demandando, em alguns casos, mais tempo de apuração e coleta de provas.

Facções

Quatro facções disputam o controle do tráfico de drogas na Bahia. Mais antiga de todas, e criada dentro do Complexo da Mata Escura, o Comando da Paz (CP) detém o controle do tráfico de drogas em alguns bairros de Salvador, mas a sua concentração é no complexo do Nordeste de Amaralina, que compreende quatro bairros: Nordeste, Santa Cruz, Vale das Pedrinhas e Chapada do Rio Vermelho.

O grupo criminoso foi criado pelo traficante Eberson Souza Santos, o Pitty, morto em um confronto com a polícia em 2007, no município de Candeias, Região Metropolitana de Salvador. Atualmente, o CP tem como líderes Cláudio Campanha e César Dantas de Resende, o César Lobão, que cumprem pena em presídios federais, e Josevaldo Bandeira, o Val Bandeira, que participou da fundação da organização. Custodiado na Unidade Especial Disciplinar (UED), na Mata Escura, ele quase foi solto no último dia 19, mas recebeu um novo mandado de prisão duas horas antes de deixar a penitenciária. Segundo a polícia, ele continua comandando as ações criminosas de dentro do presídio.

Criada já como grupo rival à CP, a facção Caveira é a que possui relação mais estreita com o Primeiro Comando da Capital (PCC), maior organização criminosa do país, fundada em São Paulo, e que fornece drogas e armas para as quatro grandes facções baianas. Genilson Lima da Silva, o Perna, um dos fundadores e líderes do bando, está custodiado em presídio federal.

Seguindo modelo semelhante às maiores organizações criminosas do país – PCC e Comando Vermelho -, o Bonde do Maluco (BDM) foi criado para ampliar a área de atuação da facção Caveira, que atua em alguns pontos estratégicos do tráfico da capital, como Subúrbio e Cajazeiras, e começou a se expandir a partir da Região Metropolitana de Salvador.

No entanto, houve um racha na Caveira e uma parte do grupo mais agressiva – que cunhou o BDM – ficou sob o comando do assaltante de banco José Francisco Lumes, o Zé de Lessa, procurado atualmente pelas polícias Civil, Militar e Federal. Atualmente, a facção tem atuação em Cajazeiras, Brotas, parte do Subúrbio e orla (entre a Boca do Rio e Itapuã), Cabula, Garcia, Pau da Lima e parte da Ilha de Itaparica. A expansão começou por Cajazeiras X.

Já facção Katiara é liderada por Adílson Souza Lima, o Roceirinho, que está preso desde 2012, mas, segundo a polícia, controlava, de dentro do presídio de Serrinha, no Centro-Norte do estado, o tráfico em Maragojipe, Salinas da Margarida, parte de Itaparica, Nazaré (das Farinhas), Vera Cruz, Santo Antônio de Jesus e Santo Amaro, e no Recôncavo. Desde maio de 2015, o traficante se encontra no presídio federal de Campo Grande (MS).

Dentista morre após acidente de carro entre Ilhéus e Itabuna


dentistad-1200x545_c

Na noite deste último domingo, dia 24 de dezembro, véspera do Natal, a odontóloga Karine Dattoli, de 24 anos, morreu após acidente automobilístico na rodovia BR-415, entre Ilhéus e Itabuna, no sul da Bahia.

Conforme apurou a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo que Karine dirigia foi atingido por um outro carro. Com o impacto, a jovem foi arremessada, indo a óbito na mesma hora. O motorista acusado de provocar a colisão fugiu no local.

A Delegacia Territorial de Ilhéus (DT), investiga o caso. A primeira providência da polícia será ouvir o condutor que fugiu. O carro dele está apreendido à disposição da investigação.