Upa: Unidade de pronto atendimento passa por reforma em Prado


Visando oferecer uma melhor estrutura de atendimento à população, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA  está passando por melhorias internas e externa.

De acordo com o secretário de saúde Luciano Mota, o revestimento com cerâmica em toda estrutura interna da Upa, trará um maior conforto e higiene, melhorando ainda mais o ambiente de trabalho para os profissionais e para a população e utiliza o serviço.

Estão sendo executados serviços de pintura,revestimento com cerâmica , troca de placas, correções nas redes hidráulica e elétrica e novos equipamentos.

Além das diversas melhorias, a unidade ganhou uma ambulância que vai ficar a disposição dos pacientes.

O secretário agradeceu a Prefeita Mayra Brito que sempre tem acolhido as nossas solicitações e apoiando a melhoria contínua na saúde de Prado.
.

 

 

 

Carga de oxigênio é escoltada para clínicas e hospitais no sul do estado


A polícia Rodoviária Federal (PRF), realizou durante a noite da última segunda-feira, 28, uma escolta a um caminhão carregado com oxigênio hospitalar para Ilhéus e Itabuna, no sul do estado.

A escolta teve início no município de Teolândia (a 281 quilômetros de Salvador), com destino ao Hospital de Ilhéus e a Clínica Hiperbárica de Itabuna.

De acordo com informações da PRF, o trabalho contou com dois policiais rodoviários federais, garantindo a chegada em segurança o veículo e da sua carga aos seus destinos. 

PF deflagra operação para combater desvios de recursos do SUS e Fundeb no sul da Bahia


O desvio de R$ 3,2 milhões em verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) é alvo da operação “Juramento de Hipócrates” deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira, 30, no sul da Bahia.

O dinheiro foi repassado para o município de Itapebi, mas a PF também suspeita que outras cidades baianas foram alvo do esquema com contratos irregulares no valor de R$ 14 milhões.

O esquema funcionava por meio da constituição de empresas fictícias, que eram usadas para fraudar licitações com os governos municipais. Os contratos previam a aquisição de medicamentos, insumos hospitalares, merenda escolar e livros didáticos.

São cumpridos 21 mandados de busca nas cidades baianas de Floresta Azul, Itabuna, Ilhéus, Itapebi, Itororó, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Uruçuca e Vitória da Conquista. Empresários, advogados, médico e políticos são alvos da ação. Eles vão responder pelos crimes de fraude à licitação e organização criminosa.

A operação foi batizada com o nome “Juramento de Hipócrates” porque um dos líderes do esquema é um médico, que teria quebrado o juramento de exercer a profissão com honra. (Informações: A Tarde)

Greve dos caminhoneiros reduz atendimento nas prefeituras do extremo sul


Devido a greve dos caminhoneiros que já dura oito dias e a falta de combustíveis nos postos da região, várias prefeituras do extremo sul da Bahia estão reduzindo os atendimentos em várias secretarias.

Em Teixeira de Freitas, por falta de combustível e merenda as aulas foram suspensas até a regularização no abastecimento, principalmente da merenda.

Ibirapuã, Eunápolis, Mucuri e Prado também já emitiram nota avisando da redução dos serviços que dependem do transporte público. A greve dos caminhoneiros já pode ser sentida em todas as classes sociais.

Em Teixeira de Freitas a procura por produtos de primeiras necessidades já é notada em todas as áreas. Os supermercados estão com as prateleiras de hortifrutigranjeiros vazias. Na cidade já falta água, gás de cozinha e principalmente combustível.

Várias manifestações já foram feitas na cidade em apoio a greve dos caminhoneiros. Mototaxista e motoristas de carro particulares tem feito buzinaço pelas ruas da cidade em apoio a greve.

Cresce chance de Temer não terminar mandato, dizem membros do Congresso e STF


Aliados de Michel Temer no Congresso Nacional e ministros do Supremo Tribunal Federal afirmam que o governo atingiu um nível extremo de enfraquecimento político, não descartando, em caso de piora na situação, o risco de a gestão não conseguir se sustentar nos sete meses que lhe restam.

A avaliação ouvida pela reportagem é a de que a crise com os caminhoneiros atingiu um dos últimos resquícios de credibilidade da administração, a área econômica. Temer completou no último dia 12 dois anos de governo como o presidente, na média, mais impopular desde pelo menos a gestão de José Sarney (1985-1990).

Mas vinha batendo na tecla de que em sua administração a inflação foi reduzida e o país saiu da recessão, embora em ritmo mais lento do que o esperado. Com a crise da greve dos caminhoneiros, o país passa por uma grave situação de desabastecimento, cenário não detectado pelo governo apesar de alertas nessa direção.

Emparedado, o Palácio do Planalto foi obrigado a ceder em vários pontos, em uma demonstração do enfraquecimento político que vive, mas mesmo assim não conseguiu até esta segunda-feira (28), oitavo dia da crise, encerrar a paralisação. “Não é o caminhoneiro, é o brasileiro que não admite a Presidência do Temer. O PT insistiu na Dilma. Deu no que deu”, afirmou em nota o líder da bancada do aliado DEM, o senador Ronaldo Caiado (GO).

“A greve dos caminhoneiros detonou a popularidade do Temer e do governo, a população está revoltada. O governo tinha ainda certa credibilidade na equipe econômica. Era um alicerce importante”, afirma o deputado Rogério Rosso (DF), do também aliado PSD.

Um dos principais correligionários de Temer na Câmara, o deputado Beto Mansur (MDB-SP) afirma que todo o espectro político perde, não só Temer. “Tivemos um problema na questão da inteligência do governo, de não saber o tamanho da ‘trolha’, essa é minha opinião, mas tem que procurar resolver. Esse é um processo perde-perde, ninguém ganha”.

Nos bastidores do STF, a avaliação de ministros é a de que o governo subestimou os caminhoneiros. No caso de o desabastecimento se agravar, há, na visão desses magistrados, o risco de uma revolta de maior proporção, com ameaça ao já cambaleante mandato de Temer.

Ainda de acordo com integrantes da corte, o emedebista e o seu entorno estão longe de representar uma voz com força para dialogar com diferentes grupos sociais. Eles afirmam que em um momento como esse era preciso que Temer procurasse institucionalmente os governadores e chefes de outros poderes. Mas a interlocução do Palácio do Planalto com o STF tem sido feita pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, que já conversou com quase todos os 11 magistrados, pessoalmente e por telefone.

Na quinta-feira (24), ele se reuniu por cerca de uma hora com Gilmar Mendes, em Brasília. Nesta segunda (28), o encontro foi com Alexandre de Moraes. No Congresso, Temer busca se reaproximar do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é pré-candidato à sua sucessão.

Durante o fim de semana, quando tentava se desvencilhar da crise, Temer chamou apenas o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), para conversar. Não procurou Maia. Nesta segunda-feira (28), os deputados Baleia Rossi (MDB-SP) e Pauderney Avelino (DEM-AM) costuraram uma conversa entre Temer e Maia, que foi ao Palácio do Planalto no início da tarde. (Folha Press)

PF deflagra ação contra grupo de SP suspeito de explodir empresa de valores em Eunápolis


Uma quadrilha de São Paulo suspeita de roubar uma empresa de transporte de valores em Eunápolis, é investigada pela Polícia Federal (PF) durante a Operação Costa do Descobrimento, deflagrada nesta segunda-feira, dia 28.  O crime ocorreu em 6 de março deste ano, quando um segurança foi morto.

Os bandidos chegaram em 11 automóveis e uma moto na cidade. Na época, eles bloquearam as entradas dos batalhões da Polícia Militar com carros, que foram incendiados. Em seguida, o grupo efetuou diversos disparos de fuzil, atingindo o segurança.

Durante investigação, a PF descobriu que a ação foi organizada por um consórcio de duas facções criminosas: Mercado Povo Atitude (MPA) e Primeiro Comando da Capital (PCC). Eles teriam alugado um galpão usando documentos falsos e chegaram a constituir empresas em São Paulo para abrir contas e movimentar o dinheiro obtido de forma ilícita.

Os agentes da PF cumpriram dois mandados de prisão temporária, cinco de busca e apreensão em Osasco e em São Paulo, além de bloqueio de valores em contas bancárias. (Informações: A Tarde)

Pesquisa: Rui lidera em todos os cenários e venceria eleições no 1º turno


Diante de uma situação amplamente favorável à reeleição, o governador Rui Costa (PT) lidera todos os cenários para a disputa na Bahia em 2018. O petista, que deixou de enfrentar o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), considerado o mais competitivo da oposição, caminha para uma reeleição tranquila, ainda que haja o somatório das forças adversárias que, até a realização do levantamento P&A/ Bahia Notícias, estavam em separado.

Mesmo na pesquisa espontânea, quando não são citados os nomes dos postulantes ao cargo, Rui possui uma margem expressiva de vantagem com relação a outros políticos. A pesquisa foi realizada entre os dias 24 e 30 de abril, portanto, após o indicativo de que ACM Neto não seria mais candidato ao governo. No entanto, como os cenários de candidatura ainda não estão completamente definidos, foram testados diversos nomes, entre eles o de José Ronaldo (DEM) e João Gualberto (PSDB), que confirmaram a união na última sexta-feira (25), e a senadora Lídice da Mata (PSB), candidata à reeleição.

O favoritismo do governador pode ser observado desde o primeiro questionamento relacionado à disputa pelo Palácio de Ondina, quando o entrevistador não apresentou nenhum nome aos 1.120 eleitores que participaram da pesquisa. O petista foi mencionado por 19%, quase seis vezes mais do que o segundo maior percentual dessa questão: ACM Neto foi citado por 3,2% dos entrevistados, porém não estará na disputa como candidato – o prazo final para deixar a prefeitura de Salvador foi encerrado no último dia 7 de abril e ele permaneceu no posto. O outro nome com percentual expressivo é o do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, avaliado como principal nome das oposições para participar da disputa eleitoral de 2018. O democrata apareceu como opção para 1,4% dos eleitores.

O primeiro cenário estimulado trouxe os nomes de Rui Costa, José Ronaldo, Lídice da Mata, João Henrique (PRTB), Marcos Mendes (PSOL) e João Gualberto. O governador também seria reeleito, de acordo com a pesquisa, por 47,9% dos entrevistados. Em segundo lugar, aparece o ex-prefeito de Feira de Santana, com 6,5% – a pesquisa foi realizada antes do anúncio de que DEM e PSDB marchariam unidos no pleito de outubro. Já a senadora Lídice da Mata, que se apresenta como candidata à reeleição na Câmara Alta, receberia votos de 4,9% dos eleitores. Considerando a margem de erro, João Henrique (1,7%), Marcos Mendes (0,7%) e João Gualberto (0,5%) estariam empatados tecnicamente. Nesse cenário, 15% disseram ainda não saber em quem votar e 22,7% afirmaram não votar em nenhum dos nomes citados.

O segundo cenário excluiu o nome de Lídice da Mata e de João Henrique e manteve os outros quatro políticos, Rui Costa, José Ronaldo, Marcos Mendes e João Gualberto. Com esses postulantes, Rui Costa aparece com 51% das intenções de voto, enquanto José Ronaldo é opção para 6,8%. Marcos Mendes e João Gualberto empatam numericamente, sendo citados por 0,8% dos pesquisados. Não souberam em quem votar 15,8% e 24,8% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos citados.

Por último, a pesquisa P&A/ Bahia Notícias testou ainda um embate direto entre Rui Costa e José Ronaldo, o equivalente a um segundo turno entre os dois candidatos com melhor pontuação nas pesquisas. Nesse caso, o petista seria opção para 50,8% e o democrata receberia votos de 7,1% dos eleitores. O número de pessoas que afirmaram não votar em nenhum dos dois foi o maior dos cenários estimulados: 26%. Já 16,2% não souberam responder.

O levantamento ouviu 1.120 eleitores entre os dias 24 e 30 de abril e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob nº BA-04607/2018. Possui margem de erro de 3% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95,5%. (Informações: Bahia Notícias)

BA perde 170 mil frangos por dia com greve de caminhoneiros


Com a greve dos caminhoneiros, que chegou ao 9º dia nesta terça-feira (28), cerca de 170 mil frangos morrem por dia na Bahia, segundo dados divulgados pela Federação da Agricultura e Pecuária do estado (Faeb). Em Governador Mangabeira, a cerca de 140 quilômetros de Salvador, uma única granja perdeu mais de 50 mil frangos morreram por falta de alimento e teve um prejuízo de cerca de R$ 400 mil, segundo a Associação Baiana de Avicultura (ABA). E a situação deve ainda piorar.

A projeção, conforme a Federação da Agricultura e Pecuária é de que a partir de terça-feira (28) o número de aves mortas por dia passe a ser de 500 mil. Por causa dos bloqueios dos caminhões em rodovias federais e estaduais de todo o país, as granjas de regiões produtoras ficam desabastecidas, sem milho, sorgo e sem insumos para alimentar as aves. Mortes de frangos já foram registradas ainda em granjas dos municípios de Conceição da Feira e Santo Antônio de Jesus. Caçambas e até retroescavadeiras são utilizadas para retirar os animais mortos das granjas. 

Corumbau recebe visita do engenheiro da CERB


No último final de semana o povoado do Corumbau em Prado-BA, recebeu a visita do engenheiro da CERB – Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia.
O Dr. Ramires veio à região para fazer um levantamento das ruas do Corumbau e ter uma dimensão da logística para compra dos tubos de implantação do projeto da nova subestação de água.

Essa subestação vai  atender as comunidades: Bernardo Boa Morte, Paulo Medrado, Loteamento do Nogueira, região do Lourinho, dentre outros.

Concluídas as obras do sistema de captação e distribuição de água de Cumuruxatiba


Está com os dias contados o problema enfrentado por quase uma década em Cumuruxatiba, um dos principais destinos turísticos no município do Prado, onde chegam todos os anos, milhares de turistas, de várias partes do país.

Em poucos dias, a falta d’água nas torneiras tem tudo para se tornar apenas uma lembrança na memória dos moradores que vivem nessa localidade. O novo sistema de abastecimento de água tem capacidade dez vezes maior do que o antigo, implantado cerca de 20 anos atrás, quando o balneário era apenas uma pequena vila de pescadores.

A nova estrutura já está pronta para a captação e distribuição de água. Lado a lado, a antiga caixa d’água de 20 mil litros dá a dimensão do novo projeto, cuja capacidade de armazenamento é 200 mil litros.

As obras foram realizadas numa parceria entre a Prefeitura do Prado com os governos estadual e federal, por meio de recursos obtidos junto à Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), em valores que superam os R$ 4 milhões de reais.

A Prefeita do Prado, Mayra Brito, destacou os esforços ao longo dos anos para conseguir os recursos necessários e conseguir a conclusão das obras. “Além do valor considerado alto, ainda enfrentamos crises econômica e, por muito poucos, as obras teriam continuado no papel, não fosse o empenho de nossa equipe técnica e, sobretudo, do Deputado Mário Júnior, em nos ajudar a manter a realização das obras, mesmo com todo o histórico econômico enfrentado no país nos últimos anos”, afirmou.