Itamaraju entre as cidades mais violentas do Brasil


O grande número de homicídio registrados nos primeiros meses de 2019 colocaram a pacata cidade de Itamaraju, localizada no extremo sul da Bahia a 770 km de Salvador, na liderança do triste índice da violência urbana. Segundo os dados preliminares, o município de 67 mil habitantes já teria registrado 30 homicídios somente nos primeiros 5 meses desse ano.

O número de homicídios ocorridos na cidade já supera a média nacional, que segundo o Atlas da Violência 2019, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), a média anual do Brasil foi de 31,6 homicídios para cada 100 mil habitantes, colocando a cidade de Itamaraju quase 3 vezes acima da média nacional, tendo em vista que o município tem uma população de apenas 67 mil pessoas e já registrou 30 homicídios em pouco mais de 5 meses.

Os números alarmantes tem assutado os moradores, pois nunca se registrou um volume tão alto de homicídios na história do município. A mais recente vítima foi a jovem Martiele de Jesus, de 16 anos, que foi assassinada por bandidos durante um assalto. Ela permaneceu internada no hospital de Itamaraju e foi transferida para Teixeira de Freitas, cidade que possui melhor estrutura de saúde, no entanto veio a óbito logo após a internação.

A morte de Martielle provocou grande comoção na cidade e motivou uma caminhada pela paz que será realizada nesta sexta-feira, 7, e mobilizará todos os alunos e professores do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, local onde a jovem estudava. Segundo Aline Galiza, diretora da escola, a caminhada sairá da escola às 07:30h e seguirá para a praça Castelo Branco em frente ao Fórum Municipal onde será realizado um ato com pedido de paz e mais segurança para o município.