Itabela: Mulher é encontrada morta na véspera de completar 22 anos. Corpo estava com as mãos amarradas


O corpo de Luana Santos da Conceição, de 21 anos, natural de Itamaraju, foi encontrado na manhã desta terça-feira (21), com as mãos amarradas atrás do corpo, em meio a um matagal, região conhecida como “Cascalheira”, na zona rural de Itabela.

O companheiro de Luana, identificado como Binho foi detido pela Polícia Rodoviária Estadual, em frente ao hospital Frei Ricardo, na BA 283, que liga Itabela a Guaratinga.

Logo pela manhã, o companheiro da vítima procurou a polícia para comunicar o desaparecimento de Luana. Segundo a polícia, “Binho” relatou que sua companheira saiu de casa na Fazenda São José e não tinha voltado.

Ainda segundo relatos do suspeito, Luana saiu sem levar nenhum objeto pessoal, até o celular ficou em casa ligado na tomada, carregando. Pouco tempo depois o corpo com marca de tiros foi encontrado próximo ao local aonde o casal morava. O SAMU chegou a ser acionado, Luana já estava morta.

 Depois que o corpo foi removido, o companheiro de Luana, principal suspeito do crime, seguia em um veículo Fiat Uno em companhia de dois homens quando foi parado em uma blitz de rotina da PRE.

O suspeito ficou nervoso com a presença da polícia e acabou confessando o crime. Ele foi elevado para a delegacia de Itabela onde será ouvido pelo delegado. O corpo foi removido para o IML de Eunápolis.

Luana é filha de Manoel Paulo da Conceição e Jailza Oliveira Santos, e faia 22 anos nesta quarta-feira, 22 de agosto.