Bahia tem 5 cidades com mais eleitores do que habitantes


Um levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta que cinco cidades da Bahia possuem mais eleitores do que habitantes. Maetinga, na região sudoeste do estado, é o município baiano com a maior discrepância entre eleitorado e população. A cidade possui 6.736 pessoas aptas a votar, enquanto a população não passa de 4.456 — diferença de 2.280 pessoas.

O município aparece na quarta posição nacional e na terceira do Nordeste entre as cidades com maior diferença entre o número de eleitores e o de habitantes. Serra Preta, a cerca de 150 quilômetros de Salvador, aparece em segundo lugar na Bahia. Possui eleitorado formado por 16.941 pessoas, enquanto a população é de 16.036. A cidade ocupa a 14ª posição nacional e na 7ª posição no nordeste.

Outra cidade com mais eleitores do que habitantes é Lajedão, no sul da Bahia, que tem eleitorado de 4.805 pessoas, enquanto a população não passa de 4.068. Completam a lista Potiraguá (com 8.747 eleitores e 8.438 habitantes) e Ribeirão do Largo (7.502 eleitores e 7.437 habitantes).

Em todo o Brasil, segundo o levantamento, há 231 municípios com mais eleitores do que habitantes. A Bahia fica em 9º lugar no ranking dos estados com mais cidades que possuem mais eleitores que habitantes.

O estado possui o quarto maior eleitorado do país, com 10,2 milhões eleitores. A cidade com mais eleitores no estado é Salvador (1,7 milhão de pessoas), que ocupa a 5ª posição entre as capitais em número de votantes.

A pesquisa: Para a pesquisa , foram utilizados dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgadas em 31 de maio, comparados com a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2017.

O levantamento analisou o número de eleitores de 2018, os municípios com o maior eleitorado e o número de cidades que possuem mais eleitores do que habitantes.

A explicação do TSE para as discrepâncias consiste na distinção entre domicílio eleitoral e domicílio civil.

Enquanto o chamado domicílio civil é mais restrito por limitar-se à residência na qual se anseia permanência definitiva, o domicílio eleitoral é aplicado de forma mais flexível, abarcando a localidade na qual o eleitor comprova residência acrescida de envolvimentos afetivos, familiares e sociais. Dessa forma, é possível o cidadão morar em uma cidade e votar em outra.

Fonte: G1

STF envia inquérito contra Carletto para Justiça de Eunápolis


O Supremo Tribunal Federal (STF) remeteu um inquérito contra o deputado estadual Ronaldo Carletto (PP) para a primeira instância da Justiça Estadual, em Eunápolis.

Carletto é acusado de ter adquirido em 2008 um imóvel da Cooperativa de Crédito Rural Eunápolis Ltda, enquanto sócio da empresa Expresso Brasileiro, por preço abaixo do valor real de mercado, configurando suposta prática de crime contra o Sistema Financeiro Nacional.

Na decisão, o ministro Luiz Fux, relator do caso, destaca que os fatos não foram praticados “no exercício do mandato de Deputado Federal nem estão a ele relacionados”. Por conta disso, o inquérito foi remetido para o Juízo da Vara Federal da Subseção Judiciária de Eunápolis/BA.

Fonte: Bahianoticias

Teixeira: Homem quebra janelas de vidro da UPA e acaba preso pela Guarda Municipal


Teixeira de Freitas: Por volta das 12h30 desta quinta-feira, 14 de junho, agentes da Guarda Municipal compareceram na sede da Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, apresentando um homem, identificado como Gilvan Queiroz da Silva. Segundo os servidores da Guarda Municipal, o Gilvan quebrou duas janelas de vidro dentro da UPA, motivo da sua condução.

Segundo informações, o conduzido chegou à UPA com a esposa e o filho porque estavam precisando de atendimento médico. O Gilvan solicitou falar com a diretora da Unidade e não foi atendido, fato que não foi confirmado pelo pela guarda municipal que o apresentou na delegacia. O conduzido achou que estava demorando para ser atendido e, irritado, pegou uma marreta sem o cabo e jogou em uma janela da parte interna da UPA.

No momento não havia ninguém no local e não houve feridos. Assim que aconteceu o fato, os funcionários da segurança da UPA, se deslocaram e conseguiram dominar o Gilvan, que foi apresentado à delegada plantonista, Maria Luíza Ribeiro. Após oitiva, a delegada autuou o Gilvan por dano ao patrimônio público, com base no Artigo 182 da Lei 2848. O acusado foi liberado e vai responder em liberdade.

1º Simpósio das Águas reunirá universitários e autoridades da Bahia e Minas Gerais em Teixeira de Freitas


Faltam poucos dias para o 1º Simpósio das Águas, que tem por desafio salvar o Rio Alcobaça. A meta é evitar que ele sofra as consequências da seca e da erosão a exemplo de outras bacias hidrográficas, lagoas e mananciais que, ou secaram ou tiveram seus rios enfraquecidos, e por isso, invadidos pelo mar.

A luta nasceu dentro da Câmara de Teixeira de Freitas e ganhou a adesão de cidades banhadas e abastecidas pelo rio, tanto do extremo sul da Bahia quanto no nordeste de Minas Gerais.

Depois de várias reuniões realizadas em Teixeira de Freitas e também nas cidades que aderiram a iniciativa, o evento principal já tem data, hora e local definidos e deve reunir diversas autoridades em todos os âmbitos, universitários e cidadãos preocupados como meio ambiente.

A solenidade acontece em Teixeira de Freitas na terça-feira, dia 19 de junho, no auditório da FASB – Faculdade do Sul da Bahia, no barro Bela Vista. Nesta reunião vão ser definidas as Leis de Implementação do Programa de Gestão Integrada dos Recursos Hídricos na Bacia Hidrográfica do Rio.

A ideia vem sendo amadurecida deste o pleito passado e ganhou envergadura no atual pleito através da iniciativa do presidente da Casa Legislativa, vereador Agnaldo Teixeira Barbosa, o “Agnaldo da Saúde” (PR) e a adesão dos atuais vereadores.

Na primeira reunião realizada no dia 08 de junho de 2017, o vereador Agnaldo da Saúde falou sobre sua experiência pessoal. Ele presenciou um período de seca nas propriedades de alguns amigos banhadas pelo rio Alcobaça e vislumbrou o avanço do mar. Foi quando, no âmbito de sua competência como político, decidiu expressar aos colegas o perigo que isso pode significar, tanto para a população quanto para o gado ou a agricultura, impactando diretamente o abastecimento de água e a geração de emprego e renda através da agricultura profissional ou familiar.

“Ao longo dessas reuniões nós observamos que buscar alternativas nem sempre é fácil pois não basta plantar, como muitos pensam. Cada área tem uma biodiversidade diferente, uma geografia peculiar e tudo necessita ser estudado para poder ser colocado em prática. No entanto, não adianta só ficar pensando. Foi e está sendo um trabalho difícil. Nos reunimos, dezenas de vezes. Articulamos junto as outras Câmaras Municipais e levantamos essa bandeira. Nossa esperança é que o povo também nos fortaleça nessa batalha, pois é uma batalha de todos”, explicou o presidente.

Ao longo deste período, já foram realizados entre reuniões técnicas e seminários, 11 encontros preparatórios antes da realização do 1º Simpósio das Águas. O programa reúne às Câmara Municipais de Teixeira de Freitas, Alcobaça, Medeiros Neto, Itanhém, Mucuri, Umburatiba, Machacalis, Santa Helena de Minas, Águas Formosas, Felisburgo e Fronteira dos Vales. Para a realização do 1º Simpósio das Águas no próximo dia 19 de junho, serão expedidos certificados, especialmente para estudantes e às inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pelo endereço eletrônico: – e todos os inscritos receberão certificados com carga horária, principalmente os estudantes universitários.

Através do 1º Simpósio das Águas se pretende desenvolver e implementar programas, projetos e atividades voltados à gestão dos recursos hídricos, com ênfase nas áreas rurais e na melhoria das condições de produção agrícola e qualidade ambiental no corretor do rio Alcobaça. (Com informações de Kátia Armini)

Cármen Lúcia diz que sem imprensa livre, Justiça não funciona bem


A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, defendeu hoje (11) a liberdade de expressão nos meios de comunicação e disse que “sem a imprensa livre, a Justiça não funciona bem, o Estado não funciona bem”.

A ministra participou da abertura de um seminário, em Brasília, sobre os 30 anos da promulgação da Constituição de 1988, que impediu à censura prévia da imprensa, após anos de regime de ditadura militar. O tema foi ““30 anos sem censura: a Constituição de 1988 e a liberdade de imprensa”, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na sede do STF, em Brasília.

“Em 30 anos de vigência da Constituição, a mídia é outra, o poder é outro, a sociedade é outra, porque tudo muda. Mas, a Constituição, precisa de ser reinterpretada para se manter viva e coerente com as necessidades do povo brasileiro, da cidadania brasileira”, completou a ministra.

Com vários paineis realizados durante o dia, o seminário discutiu a censura judicial à liberdade de imprensa, os processo de indenização por danos morais, o surgimento das fake news como arma de desinformação e o uso de robôs nas redes sociais como ameaças ao direito de informação da sociedade e ao exercício do jornalismo.

Mulher que matou namorados envenenados teria dado chumbinho a um deles pela 2ª vez em hospital ao saber que vítima teria alta


A mulher que foi presa na tarde de segunda-feira (11), em Itabuna, suspeita de matar dois namorados envenenados, no período de oito meses, teria dado chumbinho a um deles dentro de um hospital quando ficou sabendo que a vítima teria alta médica depois de ser intoxicado pela primeira vez por ela.

De acordo com a polícia, Wane Brenda Oliveira utilizou chumbinho para matar dois parceiros assim que descobriu que eles tinham intenção de terminar o relacionamento com ela. As investigações apontam que as vítimas namoraram com Wane em 2017. A mulher negou os crimes, mas foi levada para o presídio da cidade.

Uma das vítimas foi Evandro Bonfim de Souza, de 40 anos. Ele foi o segundo a ser morto envenenado por Wane.

Após ser envenenado pela primeira vez por ela, Evandro ficou internado por cerca de nove dias e e quando deveria receber alta médica, teve uma parada cardíaca. Brenda, segundo a polícia, esteve o tempo todo o acompanhando na unidade médica e por isso foi levantada a suspeita de que ele tenha sido envenenado pela segunda vez.

“A suspeita veio dela, porque da primeira vez ele estava com ela e da segunda vez ela estava com ele. É uma pessoa má, perversa”, disse a irmã de Evandro, Eumara Bonfim.

Nos dois casos, Wane Brenda socorreu as vítimas até uma unidade de saúde, após o veneno fazer efeito, mas em seguida, os dois namorados morreram.

Segundo a polícia, o primeiro a ser morto foi Edvaldo Araújo Alves, 40, que namorou com a suspeita por um ano. No dia 16 de abril de 2017, Edvaldo passou mal na casa da namorada e foi socorrido por ela para o Hospital de Base de Itabuna, onde morreu. Na época do crime, a morte foi atribuída a um infarto fulminante.

A polícia não detalhou o período exato, mas disse que meses depois da morte de Edvaldo, Wane Brenda estava em um novo relacionamento com Evandro Bonfim de Souza, também de 40 anos.

Edvaldo sentiu-se mal após ingerir um medicamento dado pela namorada. Ele também foi levado pela suspeita a um hospital, onde o médico que o atendeu informou que os sintomas apresentados com ele se assemelhavam aos mesmos por envenenamento por chumbinho. Ele também morreu. (Informações: G1 Bahia)

UFSB apura denúncia de fraudes em cotas para negros em curso de medicina em Teixeira


Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) apura uma denúncia de fraudes em cotas para negros na instituição de ensino para ingresso no curso de medicina, no campus de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. A investigação teve início depois que um aluno denunciou, através do Facebook, que cerca de 15 pessoas não negras teriam ingressado na instituição por meio das cotas. O estudante, que era um dos membros da Comissão de Políticas Afirmativas, postou, na rede social, fotos de colegas da UFSB com fenótipo branco que entraram na lista de aprovados em medicina, em dezembro de 2017.

A UFSB diz que, ao receber a denúncia, formalizou o processo de investigação, no dia 7 de fevereiro de 2018, e instaurou uma Comissão de Sindicância, na mesma data, com prazo de 30 dias para finalização. Os alunos investigados não tiveram nomes divulgados pela instituição de ensino. A instituição diz que todas as denúncias já encaminhadas aos setores competentes foram apuradas ou estão em processo de apuração, seguindo os trâmites legais e administrativos adotados pelas Instituições Federais de Ensino Superior.

No dia 5 de abril, a Comissão solicitou novo prazo, de 30 dias, para conclusão dos trabalhos. A Comissão protocolou o relatório no dia 7 de maio e, no dia 10 do mesmo mês, a Reitoria encaminhou o documento à Procuradoria Federal junto à Universidade, que respondeu no dia 29 de maio, com indicações de providências a serem adotadas. No dia 1° de junho, a UFSB informou que a reitoria nomeou um relator para avaliar o processo e convocou Reunião Extraordinária do Conselho Universitário (CONSUNI), instância máxima da UFSB, para tratar da pauta. A reunião está prevista para ocorrer ainda nesta semana.

Na reunião, conforme a UFSB, o relator fará a leitura do parecer, a Comissão de Sindicância apresentará o conteúdo do relatório, que permanecerá em total sigilo, estando restrito ao conhecimento apenas dos membros da Comissão designada para apuração dos fatos. Após a leitura do parecer e do relatório da Comissão, o CONSUNI vai deliberar sobre as próximas ações institucionais a serem aplicadas ao processo. Os estudantes envolvidos nas fraudes podem ser expulsos da universidade.

A UFSB ainda informou que todas as denúncias protocoladas sobre qualquer matéria serão devidamente apuradas, seguindo o fluxo normal dos trâmites, conforme a Legislação em vigor.

Fonte: G1

Greve: Transportadoras são multadas em R$ 506,5 milhões


O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira, dia 8, aplicar multa a 46 empresas transportadoras, atendendo a um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU). De acordo com a AGU, o valor cobrado chega a R$ 506,5 milhões.

As multas são referentes ao descumprimento de decisão judicial que determinou a desobstrução de rodovias federais durante a greve dos caminhoneiros. No auge da crise, Moraes acolheu pedido de medida cautelar da AGU e autorizou o uso de força e a imposição de multa de R$ 100 mil por hora às entidades responsáveis pelos atos e de R$ 10 mil por dia para cada motorista.

Conforme a decisão do ministro, os pagamentos deverão ser efetuados em um prazo de 15 dias. Caso as valores não sejam depositados, Moraes determinou a penhora de bens das empresas.

Empresário Paschoal Laviola morre em acidente na BR-367


Porto Seguro: O empresário Paschoal Pedra Laviola morreu carbonizado, em um acidente no início da noite desta terça-feira (05), na BR-367, no município de Porto Seguro. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, ele seguia em direção a Eunápolis, em um Gol vermelho, quando bateu de frente com um caminhão.

Uma testemunha que vinha logo atrás relatou para a polícia que Paschoal desviou de uma pessoa que estava de bicicleta no meio da pista. Ao ir para a contramão, o condutor acabou atingindo o caminhão. A polícia acredita que a explosão tenha sido instantânea. Os bombeiros apagaram o incêndio. O ciclista e o caminhoneiro não ficaram feridos.

Até a última atualização desta notícia, o corpo ainda não havia sido removido das ferragens. Estava sendo realizada a perícia. O acidente ocorreu no km 55 da rodovia, nas proximidades de um borboletário, na região de Vera Cruz.

Filho de uma tradicional família de fazendeiros de Itabela, Paschoal Laviola era casado com a vereadora licenciada em Porto Seguro, Lívia Bittencourt, que atualmente ocupa o cargo de secretária de Assistência Social naquele município.

Bahia é estado que mais mata jovens; taxa cresceu 123,8% em 10 anos


Bahia: Dentre as 27 unidades federativas do país, a Bahia é a que mais registra homicídios de pessoas entre 15 a 29 anos de idade. De acordo com dados do Atlas da Violência, produzido pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e divulgado nesta terça-feira (5), foram 4.358 homicídios de jovens em 2016 no estado.

De 2006 a 2016, houve um aumento de 123,8% nos homicídios, quinto maior aumento do país. Também foi registrado um acréscimo de 22,5% no número de homicídios de 2015 para 2016. O número de homicídios por estado foi resultado da soma dos óbitos causados por agressões mais intervenção legal. O registro segue a tendência do país, que superou o patamar de trinta mortes por 100 mil habitantes pela primeira vez na história.

São cerca de 60 mil a 65 mil casos por ano. Ainda de acordo com o Atlas, 11 estados apresentaram crescimento gradativo da violência letal nos últimos 10 anos, sendo que, com exceção do Rio Grande do Sul, todos se localizam nas regiões Norte e Nordeste do país.