Água na torneira: Moradora do bairro Caminho do Mar em Prado, agradece a prefeita Mayra Brito


Abrir uma torneira e receber água potável em casa  tornou-se motivo de felicidade para os moradores do bairro Caminho do Mar em Prado,a rede de água da localidade, inaugurada recentemente pela Administração Municipal, oferece mais saúde e qualidade de vida.

Os moradores esperaram por muito tempo a água encanada, já comemoram a conquista e agradecem principalmente o empenho da prefeita Mayra Brito, que segundo os eles, atendeu o anseio da comunidade.  Dona Arenir que é moradora do bairro a muito tempo,  expressa sua felicidade com a chegada da tão sonhada água na torneira.  O presidente da Associação de moradores, Edilson Mascate, faz agradecimentos.

Vídeo: Carlinhos G7 Notícias

Pesquisa relaciona consumo de sucos adoçados e refrigerantes ao risco de câncer


Um estudo publicado nesta quinta-feira (11) relacionou o consumo de bebidas açucaradas, como refrigerantes e sucos de frutas adoçados artificialmente, a um risco maior de desenvolvimento de certos tipos de câncer.

A pesquisa foi realizada por pesquisadores franceses e divulgado em artigo da revista médica BMJ.

O objetivo dos cientistas era avaliar as associações entre o consumo de bebidas açucaradas e os riscos de câncer em geral, assim como alguns tipos específicos de tumores malignos, como de mama, próstata e intestino.

Para o estudo, os franceses pesquisaram mais de cem mil adultos, com idade média de 42 anos, sendo 79% mulheres.

Para chegar até os resultados os participantes preencheram pelo menos dois questionários sobre sua dieta em 24 horas. A partir disso, eram calculados os consumos diários de açúcar e bebidas adoçadas artificialmente, e 100% de sucos de frutas. Os pacientes, de acordo com reportagem do G1, foram acompanhados por um período máximo de nove anos.

A ingestão diária de bebidas açucaradas em relação a bebidas diet foram analisada pelos cientistas e posteriormente comparadas com os casos de câncer nos registros médicos dos participantes do estudo durante o período de acompanhamento.

A partir da análise, os franceses constataram que uma ingestão de cerca de 100 ml por dia de bebidas que contém açúcar estava associada a um aumento de 18% no risco de câncer e um aumento de 22% no risco de câncer de mama. Tanto bebidas adoçadas quanto sucos de fruta tiveram associação de risco similar.

Vídeo e foto mostram rompimento parcial de barragem em Pedro Alexandre


Um vídeo feito por populares mostra o rompimento parcial da barragem de Quati, em Pedro Alexandre, no nordeste baiano. O caso ocorreu na manhã desta quinta-feira (11). As imagens foram enviadas pela assessoria da prefeitura ao Metro1. O registro foi feito na tarde desta quinta. Uma foto também enviada para reportagem indica o comprometimento da estrutura.

Posicionamentos distintos

As autoridades públicas baianas ainda divergem sobre o rompimento da barragem em Quati. Em entrevista à Rádio Metrópole, o coordenador da Defesa Civil de Pedro Alexandre, Diego Santos, disse que o rompimento da barragem “foi parcial, não foi completo”. Em entrevista ao jornal Correio, o prefeito de Coronel João Sá, Carlos Sobral, disse que “a barragem quebrou no meio, rompeu no meio. Temos vídeos que mostram o momento do rompimento”.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil também confirmou o rompimento e informou que suas equipes estão na região prestando suporte às pessoas atingidas e monitorando a situação.

Também entrevista à Metrópole, o secretário de Comunicação do Governo do Estado, André Curvelo, explicou que houve um transbordamento. Ele não detalhou se enviou técnicos ao local para constatar o ocorrido. Além disso, acrescentou que o governador Rui Costa entrou em contato com os prefeitos das duas cidades para colocar a estrutura do estado à disposição.

A Superintendência de Defesa Civil da Bahia (Sudec) negou a informação de rompimento da barragem, que circulou mais cedo. O órgão reconheceu que havia rachaduras na estrutura, mas diz que o excesso de chuvas na região provocou um “galgamento”, quando a água transborda a parede do açude.

Porto Seguro: MPF pede remoção de barraca em área de preservação ambiental


O Ministério Público Federal na Bahia (MPF) acionou a Justiça para remoção de uma barraca de praia em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. A ação civil pública pede a retirada da Cabana Kebra Mar da Praia de Mucugê, em Arraial D’Ajuda, pertencente ao empresário Eglius Felipe Bastos. Segundo o MPF, a ação busca também responsabilizar a União e o Município de Porto Seguro por omissão em proteger o meio ambiente, em especial áreas não edificáveis, terras de marinha, faixa de praia e restinga.

Conforme o procurador da República Edson Abdon Peixoto Filho, a área ocupada pela barraca é considerada terreno de marinha, ou seja, bem da União. Além disso, o procurador disse que a área foi tombada como patrimônio cultural, por integrar o município de Porto Seguro. Ainda segundo o MPF, o empreendimento não tem autorização nem da Superintendência de Patrimônio da União (SPU) nem do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A ação requer também que o empresário seja obrigado a recuperar a área danificada e que a prefeitura e a União fiscalizem a demolição e retirada de entulhos.

Moradores de cidade baiana ficam “ilhados” após avanço de água de barragem


A ponte que passa sobre o Rio do Peixe, em Coronel João Sá, na Bahia, ficou submersa depois que o município foi invadido pela água de uma barragem que fica no distrito de Quati, localizada na cidade vizinha de Pedro Alexandre. Por conta disso, moradores contam que ficaram mais de 18h “ilhados”, sem poder ir do centro para os povoados da zona rural e vice-versa.

Na manhã desta sexta-feira (12), a água começou a escoar, mas ainda chove fraco no município. Uma força-tarefa com 50 agentes do Corpo de Bombeiros de Salvador chegou à cidade nesta manhã. Eles interditaram a ponte para evitar que os moradores fiquem circulando pelo local.

“Sempre há risco. As pessoas podem ser surpreendidas. Estamos isolando o local. A gente reforça que, nesses eventos, quando a água estiver na canela, deve-se evitar passar”, explicou o major Ramon Diego.

Agentes do Corpo de Bombeiros chegaram a Coronel João Sá na manhã desta sexta-feira (12) — Foto: Alan Tiago/G1

Os prejuízos por conta da força da água são muitos. O cenário na manhã desta sexta-feira é de casas cheias de lamas e com marcas de água até a metade das paredes. Uma das moradoras da cidade relatou que só deu tempo de pegar os documentos e deixar o imóvel que morava com a família.

Assim como na ponte, as ruas de Coronel João Sá ficaram alagadas. As áreas mais críticas foram as ruas do Galo, Santo Antônio, Beira Rio, Senhor do Bonfim, José Antônio dos Santos e o bairro da Barroquinha.

Os moradores precisaram deixar suas casas e estão alojadas nas escolas municipais. Por conta disso, as aulas permanecem suspensas. Conforme o prefeito Carlinhos Sobral, entre 100 e 150 famílias estão desalojadas, o que corresponde a cerca de 500 pessoas.

“Não houve nenhuma fatalidade, os prejuízos são materiais. Estamos trabalhando para suprir a população com alimentos, médicos, enfermeiros, para a gente tentar amenizar essa catástrofe, principalmente para aqueles que perderam suas casas. Hoje vamos fazer levantamento. Ainda não temos ideia de quantos imóveis desabaram. Estamos levantando todos os danos, porque a água começou a baixar hoje”, explicou Sobral.

Ponte

Segundo relato dos moradores, o rio começou a encher por volta das 10h da manhã de quinta-feira (11) e logo encobriu a ponte, que tem cerca de 10 metros de altura. Conforme os moradores, a água atingiu uma altura de cerca de dois metros acima da ponte.

A ponte é a única via que liga o centro da cidade ao bairro Sanharol, além de povoados como Doçura, Queimada do Meio, Tiririca, Serrotinho, Lagoa do Velho, Jitaí, Ilha de São José, Gasparino Mocambo, Macaco, Jardim, Lagoas I e II, Calderão I e II e assentamento Ronco Gibão. A ponte também dá acesso à estrada que leva aos municípios de Sítio do Quinto, Pedro Alexandre e Jeremoabo.

Martins Percilio dos Santos, que trabalha como lavrador e é presidente da Associação de Apicultores e Agricultores da cidade de Coronel João Sá, conta que saiu da localidade de Tiririca por volta das 8h de quinta-feira para ir ao banco, no centro da cidade ,e não teve como voltar.

“Vim para o lado de cá ontem, 8h da manhã, e as 10h já não passava mais ninguém na ponte. Tive que ficar do lado de cá e dormir na casa de uma irmã. Nunca vi isso na minha vida”, destacou em entrevista ao G1.

Outros moradores, no entanto, começaram a atravessar novamente na ponte nesta sexta por volta das 6h, mesmo com o alagamento. Uns se arriscavam usando motos, outros de carro e outros a pé. Entretanto, após a chegada do Corpo de Bombeiros, por volta das 7h30, a ponte foi interditada.

Imagem aérea da manhã de quinta-feira (11), no município de Coronel João Sá tomado pela água de uma barragem — Foto: Studio Júnior Nascimento

Emergência e calamidade pública
A prefeitura da cidade de Pedro Alexandre decretou situação de emergência e calamidade pública, após o município ser invadido pela água da barragem.

O documento foi publicado no Diário Oficial do município. No decreto, o prefeito Pedro Gomes Filho informou que a situação de emergência foi decretada “considerando o volume de água que tomou a cidade, causando inundações, enxurradas, alagamentos que ocasionaram danos materiais em residências, vias públicas, pontes e equipamentos públicos diversos”. Fonte: G1/BA

….

Localizada roça com mais de 500 pés de maconha na Bahia


Uma roça com mais de 500 pés de maconha foi encontrada em uma região de mata fechada, na localidade de Duas Pontes, zona rural da cidade de Jaguaquara, interior da Bahia. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), na ação, que ocorreu na última terça-feira, DIA 9, também foram apreendidas duas embalagens da erva já coletada e uma quantidade pronta para comercialização.

Conforme o órgão, uma denúncia anônima revelou o local da plantação. Lá, os policiais surpreenderam, Moisés Santana da Silva, 46 anos, e Detorontas Santana da Silva, 47, suspeitos de cuidar da plantação.

Além do plantio com mais de 500 mudas, duas embalagens grandes da erva colhida, sacos com 30 quilos da droga seca e uma espingarda artesanal com munição também foram encontrados.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Jaguaquara e devem seguir para o presídio de Jequié.

Homem é preso acusado de estuprar criança de 12 anos e posse irregular de arma de fogo em Nova Viçosa


Nova Viçosa: A Polícia Civil de Nova Viçosa, ao tomar conhecimento através do Conselho Tutelar, de que uma criança de doze anos estava sendo molestada por um homem de aproximadamente 35 anos, e que o fato estava ocorrendo na localidade, denominada Rio do Sul, pertencente ao Município de Nova Viçosa, a equipe de Policiais Civis deslocou-se para o local, sob o comando do delegado Marco Antônio Neves, e conseguiu efetuar a prisão de Marcos Silveira, de 35 anos.

Ao questionar se ele possuía arma de fogo na residência, o Marcos indicou o local onde foi encontrada uma espingarda municiada, a qual foi apreendida. O Marcos foi flagranteado por crime previsto no art. 12 da Lei Federal 11.826/2003, neste caso foi arbitrada fiança, a qual não foi paga. EM continuidade às investigações, foi constatado que durante a noite o Marcos havia mantido relações sexuais com a criança de 12 anos, alegando que ela era sua namorada e tinha o consentimento da genitora para namorar a criança.

Segundo o delegado, por conta desse ato, ele foi também flagranteado por crime de estupro de vulnerável, como incurso nas sanções do ART.  217-A do CPB. A Polícia Civil de Nova Viçosa prossegue com as investigações por suspeita de conivência da mãe da criança em permitir que a menina estivesse namorando, e ainda permitido que o acusado dormisse no quarto com a sua filha de doze anos.

Barragem se rompe em Pedro Alexandre, na Bahia; prefeito de cidade vizinha pede a moradores que deixem suas casas


Caso ocorreu no povoado de Quati, na manhã desta quinta-feira (11). Risco é que água misturada com lama chegue ao município de Coronel João Sá ainda nesta tarde e cause estragos.

Uma barragem se rompeu no povoado de Quati, que fica em Pedro Alexandre, localizada a cerca de 435 km de Salvador, na manhã desta quinta-feira (11). Conforme a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região do Rio do Peixe contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há registro de feridos.

Conforme Valdomiro Pereira secretário de comunicação de Coronel João Sá, município que fica a cerca de 45 km de Pedro Alexandre, a água da barragem deve chegar à cidade ainda na tarde desta quinta. O percurso do rio entre as duas cidades, no entanto, é de cerca de 80 km. Há risco de invasão de casas e de prejuízos materiais.

Desde o início da manhã, a administração de Coronel João Sá, que em um nível abaixo da barragem e é cortado pelo Rio do Peixe, pede para cerca de 120 famílias que moram às margens do rio deixem o local. No total, 300 pessoas vivem na área considerada com risco de ser atingida pela água.

Até por volta das 15h, a prefeitura ainda não tinha conseguido fazer a retirada das pessoas das casas. Os moradores, segundo o secretário de comunicação, se recusam a deixar os imóveis.

Chove forte na região entre Pedro Alexandre e Coronel João Sá há, pelo menos, 5 dias. A barragem do Quati transbordou por volta das 6h desta quinta, e a estrutura se rompeu às 11h.

De acordo com a Superintendência de Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec). Por conta da quantidade de lama que se misturou com a água, as estradas estão intransitáveis, o que dificulta o atendimentos pelos órgãos à população.

No vídeo acima, é possível ver a BR-235 sendo invadida pela água. Há grande quantidade de material pela pista. A rodovia é responsável por fazer a ligação entre a Bahia e Sergipe.

Segundo Carla Leão, coordenadora da Defesa Civil em Pedro Alexandre, algumas casas que ficam no povoado de Quati foram tomadas pela lama.

“Algumas casas foram invadidas, mas não teve feridos. Ainda não conseguimos contato com esses moradores porque o povoado está ilhado. Tem muita lama e água no caminho. Apesar disso, sabemos que eles não foram atingidos porque entramos em contato antes, e eles deixaram as casas antes do rompimento”, afirmou a coordenadora.

Barragem se rompe em Pedro Alexandre, na Bahia — Foto: Arte G1/Roberta JaworskiBarragem se rompe em Pedro Alexandre, na Bahia — Foto: Arte G1/Roberta Jaworski

Barragem se rompe em Pedro Alexandre, na Bahia — Foto: Arte G1/Roberta Jaworski

A Defesa Civil local informou que acionou o Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso para ajudar nos atendimentos da região.

“A preocupação é com a cidade de Coronel João Sá. Ela está na rota que a lama seguirá. Então, pedimos que as pessoas procurem ajuda. Já fiquei sabendo que a prefeitura está fazendo o trabalho de retirada dos moradores. Muitos já foram para abrigos”, completou a coordenadora.

Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pedro Alexandre tem cerca de 16.695 moradores. Já Coronel João Sá tem uma população que chega a 17.066.

Renovação da DAP para agricultores de Prado


A Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP) é a carteira de identidade do agricultor familiar. É o passaporte para que o agricultor possa acessar as linhas de crédito do Pronaf, a Assistência Técnica e Extensão Rural e várias políticas públicas.

Para acessar todos os benefícios que o documento garante, é preciso que DAP esteja ativa.

No dia 18 de julho, quinta-feira, a partir das 8h, a Secretaria Municipal de Agricultura de Prado, em parceria da BAHIATEE – Governo da Bahia, promoverá o cadastramento e renovação da DAP (declaração de aptidão de produtores rurais).

Local: Prefeitura Municipal de Prado – Secretaria de Agricultura
Documentos necessários: Documentação da Propriedade, ITR, Documentos Pessoais (RG/ CPF/ entre outros).

Com base maior, Rui Costa ‘dá’ mais votos a favor da reforma do que ACM Neto


CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v80), quality = 75

Embora tenha se manifestado contra a reforma da Previdência (veja aqui), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), por meio dos seus aliados, garantiu mais apoio à proposta, que foi enviada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e aprovada na Câmara nesta quarta-feira (10), do que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Em números absolutos, 15 deputados federais ligados ao petista votaram a favor da Previdência enquanto os parlamentares do arco de alianças do democrata deram 10 sufrágios. Há, pelo menos, duas razões para Rui garantir apoio maior. O primeiro é que o governador tem uma base maior do que o prefeito. São 29 deputados de Rui contra apenas 10 na base de ACM Neto.

Além disso, parte que apoia o chefe do Palácio de Ondina também integra a base de Bolsonaro ainda que informalmente – partidos aliados ao presidente nunca declaram apoio formal ao governo. Em números proporcionais, Neto, porém, garantiu apoio maior a reforma do que Rui Costa. 100% dos deputados ligados ao prefeito votaram a favor do texto (Abílio Santana, Adolfo Vaina, Arthur Maia, Elmar Nascimento, Igor Kannário, João Roma, Leur Lomaneto Júnior, Marcio Marinho, Paulo Azi e Professora Dayane Pimentel).

Já Rui Costa garantiu aproximadamente 49% dos votos de sua base aliada para reforma. Votaram a favor: Alex Santana, Antonio Brito, Cacá Leão, Charles Fernandes, Claudio Cajado, João Carlos Bacelar, José Nunes, José Rocha, Otto Filho, Isidório, Paulo Magalhães, Ronaldo Carletto, Tito, Uldurico e Raimundo Costa (saiba mais aqui).

Segundo o presidente do PSD na Bahia, o senador Otto Alencar, os cincos deputados do seu partido votaram a favor após pedido do governador Rui Costa para, ao negociar apoio à reforma, articular a liberação de recursos para o estado (veja aqui). O texto-base da reforma foi aprovado nesta quarta-feira, com 379 votos a favor e 131 contra em primeiro turno (relembre aqui). Três ficaram ausentes. Haverá ainda uma segunda rodada de votação.