PRADO: Com atrações de peso Prefeitura divulga programação do Carnaval 2019


A prefeitura municipal de Prado, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura divulgou na coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (22) a programação completa do Carnaval de 2019.

Em entrevista para os sites: Prado News, Prado Notícia, G7 Notícias, Alerta News e Portal sul Baiano,  o Secretário de Turismo Wander Noronha afirmou que os foliões terão à disposição blocos de rua, marchinhas na Praça Redonda, shows na Praça de Eventos, Trio Elétrico na Avenida 02 de julho, apresentações de dança nas praias e muito mais.

A programação contará com as seguintes atrações; João Bosco & Vinícius, Papazoni, Pagodart, Chicafé, Filomena Bagaceira, Natalha Fernandes, Júnior Santê entre outros. Para as crianças, uma programação especial foi montada para que elas possam curtir a festa com tranquilidade e segurança.

Wander Noronha Secretário de Turismo, Esporte e Cultura

Além dos shows que animarão os distritos de Cumuruxatiba, Corumbau, Limeira, Guarani e São Francisco. “Um mini-trio com bandas será enviado para essas localidades, dessa forma todos poderão pular e festejar o carnaval.

O Carnaval de Prado 2019, conta com o apoio do Governo do Estado, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SAMU e Prefeitura Municipal.

Confira abaixo a programação oficial do Carnaval de Prado 2019:

Coletiva de imprensa Carnaval 2019 Prado-Bahia

A prefeitura municipal de Prado, através da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura divulgou na coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (22) a programação completa do Carnaval de 2019.Em entrevista para os sites: Prado News, Prado Notícia, G7 Notícias, Alerta News e Portal sul Baiano, o Secretário de Turismo Wander Noronha afirmou que os foliões terão à disposição blocos de rua, marchinhas na Praça Redonda, shows na Praça de Eventos, Trio Elétrico na Avenida 02 de julho, apresentações de dança nas praias e muito mais.A programação contará com as seguintes atrações; João Bosco & Vinícius, Papazoni, Pagodart, Chicafé, Filomena Bagaceira, Natalha Fernandes, Júnior Santê entre outros. Para as crianças, uma programação especial foi montada para que elas possam curtir a festa com tranquilidade e segurança.Além dos shows que animarão os distritos de Cumuruxatiba, Corumbau, Limeira, Guarani e São Francisco. “Um mini-trio com bandas será enviado para essas localidades, dessa forma todos poderão pular e festejar o carnaval.O Carnaval de Prado 2019, conta com o apoio do Governo do Estado, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SAMU e Prefeitura Municipal.

Posted by Prado News on Friday, February 22, 2019

Prado: Prefeitura segue realizando manutenção das estradas no interior


A Prefeitura Municipal de Prado, através da Secretaria de Obras, visando melhorar a qualidade de vida dos moradores dos distritos e produtores rurais do município, Segue realizando serviço de recuperação de estradas em alguns pontos do território pradense. Segundo relatório da Secretaria de Obras,   foram recuperadas  as estradas de Antônio de Paula ao Assentamento Modelo, entrada da Limeira  (iniciando da BR 101),Palmares,  Associação Nova Esperança e Três Irmãos.

LIMPEZA PÚBLICA: Prefeitura do Prado instala novos coletores de lixo na cidade


Visando melhor qualidade de vida da população, mais um passo foi dado pelo município para conscientizar sobre a necessidade de não jogar lixo no chão e ajudar a manter a cidade limpa.

A Prefeitura de Prado está instalando novas lixeiras pela cidade, a começar pelo entorno do Centro, Praça de Alimentação e Bairro. As lixeiras, serão colocadas nos locais de maior circulação de pedestres.

“Pedimos a colaboração de todos para mantermos nossa cidade limpa”, afirma a prefeita Mayra Brito.

A instalação das lixeiras tem como objetivo, mudar a cultura da comunidade em relação à conservação da cidade e conscientizar a população para que o lixo seja realmente jogado no lugar certo, colaborando assim com o meio ambiente e deixando a cidade mais bonita.

PRADO MOTO ROCK: Vem aí o maior, melhor, e mais organizado evento motociclístico da Região


O 12º Prado Moto Rock, reúne motociclistas de todas as partes do país e um público excepcional, faz parte do ‘calendário oficial’ da Cidade, a expectativa é de que esse ano a visibilidade seja ainda maior e a programação atraia um número mais significativo de motociclistas e expectadores. Para isso, os organizadores do evento, estendeu a programação, serão 7 dias de muito rock n roll.e

Em 2019, a festa vai começar mais cedo em Prado, entre os dias 10 e 17 de fevereiro. Segundo o Secretário Municipal de Turismo, Wander Noronha, “a antecipação foi realizada com o objetivo de preencher o calendário turístico na cidade, uma das preferidas por milhares de motociclistas do Brasil e de países latinos”, argumentou.

Outra novidade foi o aumento dos dias de festa, contribuindo para a permanência e estadia dos visitantes, com maior oportunidade para conhecer e visitar os 84 quilômetros de praia, numa das maiores estruturas hoteleiras do estado da Bahia, com cerca de 6 mil leitos.

A FESTA – Vem sendo realizada, ano à ano, desde 2008, quando era chamada de Moto Rock. Em 2010, incorporou o nome da cidade, passando a ser chamada de Prado

Secretário de Turismo e Organizador do Evento: Wander Noronha
História
Começou com um encontro de amigos e se tornou das maiores festas de motociclistas do país. São muitas razões para todos se encontrarem para aproveitar as maravilhas da natureza e outras produzidas e fabricadas pelo homem, objetos de desejo de muita gente.

O Prado Moto Rock é uma realização da APRHOPE (Associação Pradense de Restaurantes, Hotéis, Operadoras, Pousadas e Estabelecimentos Comerciais), com apoio, parceria e patrocínios de vários apoiadores, dentre os quais, Prefeitura Municipal do Prado, governo da Bahia, bancos locais, rede hoteleira e comercial pradense, Honda Moto Sul, ambulantes e expositores de produtos para motos e pilotos.


Vale ‘não vê responsabilidade’ por tragédia e pede desbloqueio de bens, diz advogado


Moradores de Brumadinho observam a lama que atingiu a cidade. Foto: Washington Alves/Reuters

SÃO PAULO – A Vale, dona da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais, “não vê responsabilidade” sobre o rompimento da barragem da cidade, que até o começo da tarde havia resultado em 60 mortes, e já enviou à Justiça mineira pedido de reconsideração sobre as decisões que bloquearam R$ 11 bilhões da empresa para garantir as compensações pelo desastre. As informações são do advogado Sergio Bermudes, um dos principais defensores  contratados pela empresa.

Já a assessoria de imprensa da empresa, por sua vez, afirma que “não autorizou nem autoriza terceiros, inclusive advogados contratados, a falar em seu nome” e ressalta, “de forma enfática, que permanecerá contribuindo com todas as investigações para a apuração dos fatos e que esse é o foco de sua diretoria, juntamente com o apoio às famílias atingida.

“A Vale não vê responsabilidade. Nem por dolo, que é infração intencional da lei, nem por culpa, que é a infração da lei por imperícia, imprudência ou negligência. Ela atribui o acontecido a um caso fortuito que ela está apurando ainda”, afirmou advogado ao Estado.

Bermudes atacou falas do senador Renan Calheiros (MDB), provável candidato à Presidência do Senado que. neste domingo, 27, defendeu pelo Twitter que a diretoria da Vale fosse afastada. “Eu acho que a declaração do senador Renan Calheiros é uma declaração leviana que, na aparência, parece que quer tirar dividendos políticos do sofrimento causado pelo fato”, disse o advogado. “Também não tem nenhuma procedência a ideia de que haverá intervenção do governo na Vale. De acordo com o artigo 37 da Constituição, o governo tem de agir no estrito termo da legalidade. Não há nenhuma lei que permita a intervenção. A Vale é uma empresa privada, de propriedade da Previ, via Litel, do Bradesco, via Bradespar, do BNDES, via BNDESpar, da Mitsui e de inúmeros outros acionistas.”

Ele ainda fez críticas à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que afirmou que a empresa deve ser responsabilizada “severamente” pelo caso. “Parece não ter fundamento a declaração da procuradora-geral de que há crime. A Vale tem todo o interesse em apurar a existência de crime, embora não haja nenhum elemento apontando nesse sentido”, afirmou o advogado.

O pedido de reconsideração sobre o bloqueio de bens, que totalizam R$ 11 bilhões, foi ingressado na Comarca de Brumadinho e ainda está em análise, segundo o defensor. Ele argumenta que “nem ela (Vale), nem nenhuma outra empresa, tem essa liquidez. Ela tem dinheiro suficiente para atender qualquer necessidade e, por outro lado, ela tem um patrimônio gigantesco, capaz de responder por qualquer responsabilidade que seja apurada de acordo com a lei.”

Com Reforma Trabalhista, indenização de vítimas de Brumadinho é limitada a 50 salários


Os trabalhadores vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, poderão receber, no máximo, 50 vezes o salário que recebiam como indenização por danos morais gravíssimos. O valor foi afixado como limite na Reforma Trabalhista. Antes da reforma, o valor da indenização poderia ser maior. Assim, se uma pessoa recebia R$ 1 mil como salário, poderá ser indenizada entre R$ 3 mil e R$ 50 mil. Se outro funcionário recebe R$ 10 mil, a indenização pode variar entre R$ 30 mil e R$ 500 mil. Pela nova lei trabalhista, a indenização mínima é de três vezes o valor do último pagamento do funcionário atingido.
As vítimas de Brumadinho são, na maioria, trabalhadores da Vale. A empresa divulgou uma lista com 252 nomes de funcionários com os quais não conseguiu contato. “É uma das maiores tragédias trabalhistas da história do país. A grande maioria das vítimas são trabalhadores que perderam suas vidas nas dependências da empresa”, afirma o procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Fleury. Para Fleury, a tragédia “demonstra a precariedade das condições de trabalho a que estão expostos os trabalhadores no Brasil e a imprescindibilidade dos órgãos de defesa dos direitos sociais”. A Medida Provisória 808 havia modificado esse texto, mas ela perdeu a validade no Congresso. Há um questionamento no Supremo Tribunal Federal (STF) se a norma é inconstitucional.
A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) é autora de uma ação direta de inconstitucionalidade contra essa regra da reforma no STF. Gilmar Mendes é o relator do caso. A procuradora-geral da República Raquel Dodge pronunciou-se da inconstitucionalidade. Ao Blog do Sakamoto, o presidente da Anamatra, Guilherme Feliciano, afirmou que a entidade já alertava para esses tipos de caso. “Com esse horrível quadro de Brumadinho, a reforma passa a representar um contexto de iniquidade às famílias que pretendam reclamar, em juízo, pelos óbvios danos morais decorrentes da morte de seus entes queridos”. Feliciano ainda acrescenta que esse é um dos mais graves acidentes de trabalho no país. “Portanto, há uma responsabilidade trabalhista que deve ser investigada e configurada”, diz Feliciano.

Polícia Civil do Prado consegue recapturar um fugitivo do Complexo Penal de Ribeirão das Neves em Minas Gerais.


Anderson Marques Pereira era considerado fugitivo e responde a Processo por Crime de Tráfico de Droga na região de Betim.
O Nacional Anderson vinha sendo investigado depois de uma troca de informações com a Justiça Mineira e a Polícia Civil da Bahia (Prado) e na data de hoje ele foi preso pelos Investigadores Paulo e José Roberto do S.I. da Delegacia do Prado.
Anderson será encaminhado ao Complexo Penal de Teixeira de Freitas onde aguardará seu recambiamento para a finalização do cumprimento de pena no Conjunto Penal Mineiro.

Polícia Civil do Prado apreende veículo clonado.


Um GM/Onix branco 2014/2015 placaOZR 1368, foi apreendido.
Os investigadores Emmerson e José Roberto depois de Investigações, chegaram ao veículo que seria de propriedade de uma Locadora.
Em contato com essa Empresa os investigadores Descobriram que o veículo original estava no pátio na cidade de Brumado – Bahia.
Sendo assim, empreenderam diligências e apreenderam o veículo na cidade do Prado, conduzindo o carro e seu motorista para a Delegacia.
Esse motorista até agora está sendo tratado como terceiro de boa-fé, até porque apresentou vários documentos, mas as irregularidades foram constatadas no veículo, como numeração irregular do chassi marcado no veiculo, numeração irregular do motor, aonde havia uma chapa soldada com a numeração aparentemente normal, mas por baixo dela a numeração adulterada.
Assim sendo foi aberta investigação para saber a procedência desse veículo e se possível quem efetuou a adulteração, inclusive com a emissão de CRLV para a condução desse veículo, como se fosse um veículo normal.

ASCOM:POLÍCIA CIVIL  (mais…)

Polícia Militar descobre plantação com 105 pés de maconha em Alcobaça


Na manhã desta segunda-feira (14/01), policiais militares da 88ª Companhia Independente de Alcobaça (CIPM), montaram uma observação em uma propriedade rural para averiguação de uma denúncia de tráfico de drogas. A denúncia dava conta de uma plantação de maconha orgânica em um sítio, localizado às margens da BA-001, no trecho entre as cidade de Alcobaça e Caravelas.

Os policiais militares, de forma consensual, conseguiram acesso ao sítio e constataram a veracidade das informações, encontrando vários pés de maconha plantados e um sistema moderno de irrigação, além de literatura instrutiva para o auxílio na produção do entorpecente.

O proprietário do sítio recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia Territorial de Alcobaça (DT), juntamente com todo o material apreendido na ocorrência.

O acusado foi identificado como Eduardo Shaper Barrancos e no total foram apreendidos 105 pés de maconha, uma balança de precisão, uma balança elétrica, oito potes pequenos com sementes de maconha, 1,8 kg de maconha prensada, uma faca usada para seccionar a droga, um aparelho celular, R$ 22,00 em espécie, além de um litro com ensinamentos sobre o plantio de cannabis sativa (maconha).

As últimas informações dão conta que Eduardo permanece preso à disposição da Justiça, enquanto a Polícia Civil investiga a possível participação de mais pessoas na plantação e comercialização da droga. (Da redação TN)

Municipio baiano completa 5 anos sem homicidio


O município de Abaíra, localizado na Chapada Diamantina e conhecida como a cidade da cachaça, completou cinco anos sem registros de homicídios. A última ocorrência do crime foi em 4 de janeiro de 2014.

“Isso é resultado do trabalho integrado das unidades de defesa social que de foma unida buscam fortalecer as diversas atividades policiais que temos na região. Abaíra, além de ser produtora e fornecedora de aguardente é também uma cidade que atrai inúmeros turistas para o Festival da Cachaça’, que acontece a cada dois anos”, declarou o comandante de Policiamento da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) Chapada, coronel PM Valter Araújo.

A 29ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), em parceria com a 13ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Seabra), desenvolve atividades de prevenção e redução de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs).

A tarde